Deixe o vento ser

Moça, larga de querer prender ele. Deixe o vento solto, que sei bem que é te descabelando que você gosta dele. Se fosse um bafejo não te arrancaria nem um verso. Então deixa ele ir e vir. Quem sabe um dia ele sossega no seu sossego. Quem sabe um dia ele passa sem você nem perceber. E nessa história o que importa é você. Seja menina e deixe o vento ser.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *