Categoria: O Destino das Conchas

Ler “O Destino das Conchas” é como ler um romance desordenado. Os personagens não têm nomes, se dividem e se encontram em contos ora fictícios, ora reais.

“Qualquer semelhança com a vida real não é coincidência. Existe milhares de pessoas no mundo procurando incessantemente por aventura, paixão, um amor surreal que arranque o coração do peito todas as tardes. Mas olhando pra trás (para minha própria vida, que ainda tão curta mas tão cheia desses altos e baixos) não compreendo como os amantes da adrenalina não percebem que seu romance atormentador já foi escrito. Todo mundo já teve seu final trágico.”

5:50 Am

Ouvir banda resgate me lembra 2002. Escrevo esta carta e rasgo. Rasgo 24 horas inteiras, rasgo os malditos 7 meses. Rasgo uma vida; ou duas. As nossas. Escrevo, apago e grito na janela. Grito na almofada, em sonho, em qualquer lugar. Grito de longe, tão...

Capítulo I – Annapolis

_ Já disse, Jean. “Annapolis”! _ Ana falou tentando disfarçar o que significava pra ela. _ Desculpe, estava fazendo umas anotações. Que filme é esse? _ ele perguntou, do outro lado da linha, com...

O Destino das Conchas

Eu sou uma pessoa muito ansiosa. Mas não mais ansiosa que qualquer outra pessoa normalmente ansiosa. Costumo escutar as pessoas falarem que são muito alguma coisa. E elas dizem coisas ruins de si mesmas,...